Sunday, March 27, 2011

Cientista jovem louco (num mundo onde os normais constroem bombas atômicas)

Inventei uma lente
que faz ver diferente
é tão transparente
que faz enxergar o evidente:
o salário indecente
o poder que mente
o povo descrente

Mas de tão transparente
a lente reflete a gente
faz ver o sorriso inocente
o olhar eloquente
o abraço latente
e o amor resistente
...
Sou cientista charlatão
mas não contem pra ninguém não
que é tão transparente a lente que inventei
quanto a lã do vestido do rei
mas não foi usada na roupa do nobre
minha lente tava nos olhos do menino pobre
que gritou que o rei tava peladão

Na verdade não inventei nada
abusei do efeito placebo
vendi para um velho e um mancebo
minha lente propagandeada
Eles viram muitos problemas
mas também viram solução
receberam telefonemas
e foram à televisão

Acho que logo virão me acusar
de falsário e delinquente
Mas sei que fui decente
nunca quis a ninguém enganar
e nem com isso dinheiro ganhar
Apenas agi solidariamente
porque ao vender a falsa lente
estava doando um novo olhar

1 Comments:

Blogger Luciano Silva said...

Demais!!!
Muuito bom msm... rs
vc escreve bem, mas esse sem dúvida é o meu preferido...
Parabéns.. :D

6:48 PM  

Post a Comment

<< Home